Seguidores

segunda-feira, 6 de junho de 2011

SONHO IMPETUOSO



Atrevi-me a sonhar
Deixei pulsar o coração
Mas ao acordar
Já só restava a recordação
Sonho de estrelas sorrindo
A tua voz ténue alcançava
Quando me estavas mentindo
Era só eu que te amava.

No sonho te pude tocar
E a noite inquieta corria
Afinal era apenas a sonhar
Fiquei frágil no meu dia.

Verde sonho já esquecido
Feito de rajadas rosadas
Palavras doces ao meu ouvido
Palavras afortunadas.
Tinhas o cheiro da amendoeira
E sedução de quem amava
Eu era tua Primavera inteira!
E no teu corpo me abandonava.

Mas foi apenas um sonho
E a sorte não me sorria
Nasceu o dia risonho
Outro sonho me acolhia.

rosafogo
natalia nuno

.

1 comentário:

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sempre lindo...como sempre me falou à alma.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora