Seguidores

domingo, 5 de junho de 2011

INSTANTES



Hoje os meus sonhos reuni
Trouxe-os das profundidades
A alma reabri
Abri o coração às saudades.
E como é meu costume
Fiquei solitária, envolvida
numa embriaguês
A saudade trouxe-me o perfume
da juventude, outra vez.

E ali no meio da solidão
Lembrei o freixo orvalhado
Agitou-se meu coração
Ao vê-lo velho e cansado.
Meus sonhos ali nasceram
Sonhos que inda hoje me embalam
P'la Vida fora cresceram
Mas que hoje já se calam.

Perfeitas as águas do rio, claras
Espelho de real beleza
Nas margens tu me amaras
Recordo com clareza.

E à nossa roda o vento
Quero voltar a ser tua, como antes
Travo um amargo lamento
Sinto frágeis nossos instantes.

Apesar da lonjura e obscuridade
Destes sonhos, já cegos pela bruma
Nos meus olhos detém-se a saudade
Do fragor, da felicidade
Ou já de coisa nenhuma!

rosafogo
natalia nuno
imagem ret. blog para decoupage

1 comentário:

manuel marques disse...

Vive o instante que passa. Vive-o intensamente até à última gota de amor.

Beijo.