Seguidores

sábado, 6 de outubro de 2012

amar-te é...




amar-te é ter-te na lembrança
é guardar teu cheiro a alecrim
abrir-te os braços...qual criança,
a que ainda habita em mim...

amar-te é música no coração
ouvir trinados da passarada
é ler um livro com paixão...!
sentir-me pela sorte premiada...

amar-te milagre que se anuncia
fornalha da esperança acesa
sair do vazio em que eu caía...

amar-te é seres a minha razão,
meu destino e minha fortaleza
amar-te é não calar o coração

natalia nuno
rosafogo

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

espelho do nosso entendimento



Juventude...
É tão cruel ter desaparecido
quando tudo era tão perfeito,
dias bonitos, pensares felizes
o sonho cumprido,
num sonhar a eito.
Como viver agora?
O tempo que sobra e encurtou,
aquele que nos resta,
fará sentido?
Vazio que em mim deixou,
assusta-me a felicidade,
dou por mim a pensar quanto te  amo
e me dá saudade.
O medo de perder-te é meu segredo,
como se quisesse enganar a Deus
levando-O a deixar-te sempre comigo
ou partir e levar-te nos olhos meus.

Na cabeça a mente dá saltos
no ouvido o zumbido piora,
a minha alma chora...
pego-te na mão
por milhares de dias
de tristezas e alegrias,
agora, no fio da navalha,
ave voando sobre ela,
com força já pouca
e esperança tampouca.

Pequenas ondas de contentamento,
a água é agora o espelho
do nosso entendimento.
Neste tempo velho,
surge sempre mais um aceno
de ternura, e,
mais um dia é uma ventura!

natalia nuno
rosafogo
imagem retirada da net