Seguidores

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

POEMA TRISTE



É um poema triste
Gosta de ser!
Mas é talvez forte...
Um poema que encara a morte.
E não se importa de morrer.

Ninguém lhe pode tocar
Foi talhado com  verdade
É verso preliminar
Tráz com ele tanta saudade.

É selvagem em campo aberto
Poema por agora encoberto.

Não é obra de nenhum escultor
Nem tão pouco de algum pintor
Mas há nele bandos de mariposas
Borboletas vaporosas
E foi criado com amor.

Dá voltas
e reviravoltas
É talvez como um sonho imaginado
Relutante em deixar de sonhar

Vou terminá-lo com cuidado.
É um estranho, que me bate à porta
E que eu convido a entrar.

Nesta hora morta?
O poema continua na sua tristeza
Deambula agora sem certeza.
Aproximo-me dele  dócil mas impotente
As sombras já vão longas no relvado

E ele calado...
Olha-me pensando que estou demente.

rosafogo
natalia nuno

imagem retirada do blog-imagens para
decoupage.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

SONHOS LOUCOS


Tantos sonhos loucos
E realizados tão poucos.
Por mim o tempo passa
Para o meu olhar envelhecido?
A luz é uma ameaça.
O prazer e a felicidade
são uma urgência,
Peço ao tempo clemência.
Adoço as palavras com mel
e sorrisos artificiais
Trago as marcas na pele
Que à memória me acodem demais.

Agora quando dou por mim?!
Quando me procuro na memória?
Vestígios lá no fundo, bem no fim
Sou passado... na minha história!

As lembranças são as tais
Que me trazem enternecida
Lembranças dos meus ideais
Que repousam quase esquecidas.

Hoje não abro as janelas
Já se foram minhas ambições
Recordo todas aquelas
Efémeras, só ilusões.
De que serve procurar-me
Se já não sei encontrar-me.

natalia nuno
rosafogo

imagem retirada do blog-imagens para decoupage.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

MINHA POESIA




Minha Poesia é de toda a gente
E não é de ninguém!
Tal qual assim que se sente
O espelho e a Alma de alguém.

É um grito de sentimentos insatisfeitos
Ou tão somente um grito de saudade
Ímbuida de odores de amores perfeitos
Enternecida  de memórias de verdade.

O Poeta é amante...a Poesia a amada!
Nasce inquieta com mil ideias
Entre gavinhas aneladas,
Cachos de uvas douradas
E elaboradas teias.

Poesia minha,
toma a forma de melancolia,
Absorve toda a minha atenção
Em mim se aninha
Ás vezes é fantasia!
Saída do coração.

Cá dentro sinto-a verdadeiramente
Quase sempre com encanto
É afável, razoável é diferente
Morro nela de saudade e desencanto.

É meu sonho e  realidade
É lágrima que não seca
É um regato de saudade
É Sol na charneca.
É o eternizar da doçura
Poesia de soluços e lembrança
De memórias e de  ternura
O sonho doce duma criança.

rosafogo
natalia nuno

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

MEU TOM CINZENTO



Sou como uma arvore
de pé morrendo
Sonhando com primaveras
por chegar
Minhas folhas voaram
Meus troncos cansaram
Estou querendo
descansar.

Cresce a apatia
no meu peito
Dia a dia
não leva jeito!
Vou talvez mudar de rumo

Dia a dia me consumo.
Como é possível fugir de mim?
Sou uma criança triste
Ou um velho louco
Assim:
Caminho, já que a vida insiste
Mas já lhe quero tão pouco.

O Sol hoje está baço
E a Vida está diferente
E lá sigo passo a passo
Sempre ela entrelaça,
ramos espinhosos na gente.
Quem me abraça?

Hoje estou descontente
É meu defeito amar,
Amar toda a gente
Ficar com o peito a sangrar
Meus olhos por florir
Minha seiva ressequida
E meu sonho a insistir
Que a esperança,
não me deixe repartida.

natalia nuno
rosafogo

imagem retirada do blog- imagens para decoupage

domingo, 30 de janeiro de 2011

SOU O TEMPO




Vou andando,
levada pela saudade
Levo comigo o cansaço
Vou sonhando.
Acerto o passo,
feito de fragilidade.

E uma lágrima caindo
Que já nem sabe a idade.
Vai assistindo
Ao escrever de alguém magoado.
Do passado levo a pena
Vou entardecendo!
Serena...vendo,
meu sonho apagado.

Nao levo pressa
O que importa é o caminho,
Não a viagem!
O que me interessa?
Quase nada!
O tempo é mesquinho,
Virou minha imagem.
 E põe termo à minha estrada.

Meu olhar de luz privado
Traz com ele a escuridão
Há nele um fogo incendiado
Fogo breve consumindo
meu coração.

rosafogo
natalia nuno

as imagens são retiradas do
bolg- imagens para decoupage.