Seguidores

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Poema dedicado a um amigo




poema singelo dedicado a um amigo

será tempo de viagem
aos olhos já nada atrai
será outra a paisagem
a poesia comigo vai

de mim não haverá traço
a noite e dia terão fim
a vida e morte apenas laço
e tu Poeta, desfolharás uma flor
por mim...

colorindo o escuro
haverá flores
a tua noite perfumando,
à tua volta risos e felicidade
e lembrarás...
quem sabe com alguma saudade
a Poeta de quem foste amigo
e assim será uma eterna ausência.
da vida já nada mendigo
levarei no olhar a beleza
do rio que corre e canta
a mesma canção
e tudo se soltará da minha lembrança,
da minha mão.

e o tempo, aquele que sempre me dizias
que era uma festa de flores
e ainda Setembro,
endureceu no gelo dos dias
já de nada lembro.

e tu serás como um arco-íris
apaixonado pela poesia
menino adulto,
vivendo seu dia com alegria.

natalia nuno
rosafogo

JOÃO, grata pela tua amizade.