Seguidores

domingo, 30 de janeiro de 2011

SOU O TEMPO




Vou andando,
levada pela saudade
Levo comigo o cansaço
Vou sonhando.
Acerto o passo,
feito de fragilidade.

E uma lágrima caindo
Que já nem sabe a idade.
Vai assistindo
Ao escrever de alguém magoado.
Do passado levo a pena
Vou entardecendo!
Serena...vendo,
meu sonho apagado.

Nao levo pressa
O que importa é o caminho,
Não a viagem!
O que me interessa?
Quase nada!
O tempo é mesquinho,
Virou minha imagem.
 E põe termo à minha estrada.

Meu olhar de luz privado
Traz com ele a escuridão
Há nele um fogo incendiado
Fogo breve consumindo
meu coração.

rosafogo
natalia nuno

as imagens são retiradas do
bolg- imagens para decoupage.

Sem comentários: