Seguidores

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

MEU TOM CINZENTO



Sou como uma arvore
de pé morrendo
Sonhando com primaveras
por chegar
Minhas folhas voaram
Meus troncos cansaram
Estou querendo
descansar.

Cresce a apatia
no meu peito
Dia a dia
não leva jeito!
Vou talvez mudar de rumo

Dia a dia me consumo.
Como é possível fugir de mim?
Sou uma criança triste
Ou um velho louco
Assim:
Caminho, já que a vida insiste
Mas já lhe quero tão pouco.

O Sol hoje está baço
E a Vida está diferente
E lá sigo passo a passo
Sempre ela entrelaça,
ramos espinhosos na gente.
Quem me abraça?

Hoje estou descontente
É meu defeito amar,
Amar toda a gente
Ficar com o peito a sangrar
Meus olhos por florir
Minha seiva ressequida
E meu sonho a insistir
Que a esperança,
não me deixe repartida.

natalia nuno
rosafogo

imagem retirada do blog- imagens para decoupage

Sem comentários: