Seguidores

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

RASGAR O CÉU

Quem ama
Traz asas de coragem
e sede de amor no pensamento.
Brilha o olhar e na plumagem,
a cor de fogo desse amor seu.
Percorre caminhos,
sempre que o amor o ignora
Continuamente... sem descanso!
Por amor sofre e chora.

Quem ama abandona-se amorosamente,
numa pressão ardente
de dedos enlaçados.
Os olhares se consomem
numa só chama enamorados,
como dois rios de ternura
num sonho todo ele loucura.

Quem ama tece e destece
Se apronta para sofrer,
o que lhe coube em sorte
Mas é sempre o amor que o estremece
e que marca o seu viver.
E até a morte cruel e certa
Apenas o adormece.

Quem ama?
Traz a alma embriagada
Tem sempre a alegria do adolescente
Goza a felicidade ansiada
Gozá-la, é tão sómente.
Estar preso nas redes do amor
E retirar desse fruto o sabor.
Sentir-se arder em louca alegria
Ainda que seja seu último dia.

rosafogo
natalia nuno

1 comentário:

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para te deixar um beijinho com carinho e ler mais este poema maravilhoso.

Sonhadora