Seguidores

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

FANTASIEI



E já se abre esplendoroso o dia
Mais um que não se compadece
Indiferente, todo ele harmonia,
mas esquece,
A malha apertada,
a garra afiada
Com que me rasga a alma,
fere o coração,
E retira meu próprio chão.

E o dia de ontem, onde está?
Se foi... pálido como lume!
Eu sem um murmúrio, um queixume
E o amanhã se aproxima já.

Terei eu doutro tempo vindo?
Tempo que está p'ra mim sorrindo?
Fantasiei,
meu tempo foi  ontem e é hoje
Meu tempo, é tempo que me foge.
Dormitei e sonhei...
Voltei a ser criança de verdade
Acaba o dia não mostra arrependimento
Me devolveu a saudade
Levou todo o meu alento.

E minha alma coitada,
Só de ilusões agora vive
Parecendo noiva enfeitada
Rememora amores que tive.

natalia nuno
rosafogo

imagem retirada do blog
imagens para decoupage

Sem comentários: