Seguidores

sábado, 8 de janeiro de 2011

A SAUDADE NASCEU COMIGO














A SAUDADE NASCEU COMIGO

A data do meu nascimento
Consta duma lista de recém-nascidos
Foi um acontecimento, no entanto
e por enquanto...
Andam os dias perdidos
sombrios e temidos,
A precipitarem-me num abismo
Levando à lista a mudança
E eu cismo!
Para quê tanta mudança, tanta alteração
Se eu não me sinto mudar
Pobre do meu coração
Que embora com rejeição
Tudo tem que aceitar.

Mas ao destino não foge!
Veio ao mundo na hora exacta
Traz a saudade que não é de hoje
Que nasceu com ele na mesma data.

rosafogo
natalia nuno

2 comentários:

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Tenho lido os seus textos e são realmente muito bons. Parabéns! Célia Gil

Natalia Nuno disse...

É bom ler palavras como as tuas, fico muito feliz.
Nunca estou muito contente comigo própria, duvido muito da qualidade do que escrevo, porquanto também não é muita a minha cultura, mas quando os amigos me estimulam como tu, eu fico agradecida.
Beijinho Célia, grata pela visita.