Seguidores

sábado, 9 de julho de 2011

CÁLIDOS MOMENTOS



A agulha do relógio move-se com destreza
Enquanto os lençóis ouvem murmurar
Entre o passado e o presente, a certeza
Que os sonhos ainda se fazem esperar.
Quiz Deus que assim fosse
Sem venenos nem rancor
Vestígios duma vida doce
Mas nem tudo foi perfeito...amor!

Aproximo de ti os meus braços
Vou procurando a tua mão
És a sombra dos meus passos!
Obscura é a solidão.

Mas o sonho é ainda fulgurante
A esperança possível e vibrante.

Raiz que me prende à vida
Sonho da minha juventude
Extase que dia a dia
me deixa surpreendida
Quero amar-te a cada instante
até à partida.
E o tempo amor... me aturde!


rosafogo
natalia nuno

Sem comentários: