Seguidores

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

EUFORIA DO AMOR











EUFORIA DO AMOR


Ouço o bater do coração
De tão perto que está o momento
Minha boca junta-se à tua
Como o germinar dum vulcão
Em mim a larva o fogo, a lua
Em ti o gesto e o intento.
Astro à beira da explosão.

Perdemos-nos, nos encontrando
Num fogo que reacendo
Tuas mãos sempre tentando
Desbravar o que não defendo.

Eu gosto de ti assim
Quando invades a minha boca
Em delírio atrás de mim
Deixo amares-me, fico louca.

Ah!Quando me amas assim!
Nem tu és tu, nem eu sou eu
Vagueamos, e ao voltar a mim!?
Anda meu corpo à procura do teu.

natalia nuno
rosafogo

2 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Um lindo poema de amor e desejo...pleno de vida, adorei.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Natalia Nuno disse...

Faz tempo, que fiz alguns poemas de Amor, nunca me deu para os postar, mas agora me sinto menos inibida e então resolvi tirá-los do arquivo.
É bem simples como no amor se quer que seja.

Grata Rosinha, beijinho e BOM NATAL, com muito amor.

beijinho