Seguidores

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

êxtase...




hoje a minha memória é Primavera, há um cheiro macio pelo ar, afagos e ternura...tenho até medo de quebrar...quebrar o arco-íris que avisto por entre os lírios, e corro alegremente sem parar por entre as sardinheiras donde se soltam pássaros a chilrear-me beijos que esqueci nos teus lábios de mel, no teu corpo, na tua pele...aqui e ali, nascem junquilhos lilases a lembrar-me a falta que me fazes, os cristais do orvalho correm-me nas veias...alegro-me sempre que a Primavera floresce em mim, trazendo-me um mar de papoilas e o êxtase do teu ousar...

natalia nuno
rosafogo

2 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Saudades poéticas e floridas.
Um poema tão belo como o é a primavera.
Beijinhos
Maria

Natalia Canais Nuno disse...

Grata Maria pela visita e apreço

Fiquei feliz!
Beijinho óptimo fim de semana.