Seguidores

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Poema da Poeta Karinna




HOJE COLOCO UM POEMA DUMA POETA AMIGA

sim, minha palavra é medíocre
como é meu olhar n'outro
minhas razões são infinitas
pois afetos partilhados
são imensuráveis
-mesmo que eu nada seja-

ou talvez sofrível
-um poema mediano-
tenho partilha nos olhos
e entre os dedos letras que sorriem

pois a morte me circunda
me impulsiona
ao ser insignificante

sim, minha palavra é medíocre.

Karinna*

medíocre

Obrigada Ka, tuas palavras são bem a imagem da tua alma grande.

Sem comentários: