Seguidores

quinta-feira, 15 de março de 2012

ENTRE MIM E MIM












Entre mim e mim
Já nada existe de outrora
O tempo tudo levou
sem demora.
Ficou meu coração amargo
E a memória em desespero
E esta saudade que não largo
E tudo o resto que não quero.

Entre mim e mim
Há um rio de distância
Uma insuportável loucura
Já nada tem importância
Tempo que me cabe, nada bom augura.

Entre mim e mim
Transporto apenas a vontade
O resto é nada é viver à toa
Trazendo a saudade
E a tristeza que magoa.

Entre mim e mim
Há imagens que mal reconheço,
e um lugar que nunca esqueço.
Na memória o passado,
no olhar o futuro sem alento,
olhar cansado porém atento.

Entre mim e mim
Apenas o sonho pesa!
Passageiro com lembrança
nesta viagem que não pára.
Reza...na esperança,
da ferida sarar,
Mas que o tempo agrava e não sára.

rosafogo
natalia nuno

Sem comentários: