Seguidores

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

SERENEM...SERENEM...!

damas vintage

Não me julguem, nem me condenem
Trago o coração cheio de frio
Serenem...serenem...!
Que minha voz está por um fio.
Talvez regresse na primavera
Mas esse tempo já não será o meu
Também o jasmim espera
cuidar do odor seu.

Não se pode reduzir a distância
O que lá vai passou...
Visita-me ainda a infância
óh minha mãe triste estou!
Te escuto no vento mágico que ocorre
Nesta tarde... manso e invasor
Tudo morre, tudo morre!
Menos por ti...o meu amor.

Tudo é tão belo, porém triste
Oculto em meu coração
Não abandono a esperança
que existe
E na dor te dou a mão.
Onde encontro consolo ainda
quase...quase menina,
para encurtar a distância
volto ao regaço da infância

Agora que o sol declina...

Eu sonho...ao mesmo tempo choro
 e canto
E em solidão acesa
Hoje me sinto ainda tua princesa,
Enquanto durar o sonho..por enquanto!

rosafogo
natalia nuno

Sem comentários: