Seguidores

terça-feira, 8 de novembro de 2011

NESTA HORA





Perdi a noção
do quanto perdi
É fugaz até a emoção
do quanto vivi.
Sou quem sou
Mentira e verdade
Então já sombra estou
Amortecida na saudade.

Alegria também reinou
Trsiteza só não foi não!
O coração amou
Não foi só solidão.
Sinto o rítmo de viver
Obseca-me a morte
Um novo dia não ver
Tropeçar! Perder o norte.

De cansaço desistir
Ver distante o que tive...
Só a saudade me garantir
De tudo o que perdi?
A saudade em mim vive.
Fui valente, até artista!
Deixo por cá poesia
Ela faz com que não desista.
Toma conta do meu dia.

Nesta hora
Contar as mágoas?
Não que a garganta embarga.
Sómente a lembrança
É laranja amarga...
A vontade morreu-me!
Um sol vão é a esperança
A vida esqueceu-me!

rosafogo
natalia nuno





Sem comentários: