Seguidores

segunda-feira, 16 de maio de 2011

MEUS VERSOS



São estes versos que faço
Como um rio que se agita
Como uma ave que grita
Fica a tristeza a um passo
São um gozo que me excita
Um devaneio, um desafio
Sempre há neles um mar um rio
Ou uma saudade infinita!

Corre-me o sangue na veia
De cor vermelha, extravasa!
É a força que me norteia
Lágrima que do olhar vasa.
Versos da minha lembrança
Pólen da minha Primavera
São manchas já à distância
Deste poente que me desespera.

Mas estes versos eu semeio
Ao vento e em liberdade
Sossegam meu rosto do anseio
Onde germina a saudade.
Se é tudo tão passageiro
Só minha angústia é eternidade
Lembro os amores do meu canteiro
Com palavras de dor e ansiedade.

Mas eu sou forte não desisto!
Meus versos são sentimentos
Sangram no peito se insisto
Fecundam mil pensamentos.

rosafogo
natalia nuno

Sem comentários: