Seguidores

domingo, 4 de setembro de 2016

ansiedade...



minhas pulsações são dum ser vivo...vivo, mas que vive às vezes na obscuridade, na solidão daquelas páginas de penumbra onde mora a saudade, ouvindo um sopro que me chega dum poema indizível com o qual procuro renovar meu sol...

natalia nuno

Sem comentários: