Seguidores

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

escolhi ser assim...






escolhi ser assim,

depois de tantos anos
que passaram por mim,
nada da minha vontade me afasta,
se eu pudesse,
ou tivesse o poder de fazer acontecer,
acabaria com a falsidade
e a crueldade
e os corações rudes tocaria
com amor, gentileza e cortesia.

escolhi ser assim,

talhada de orgulho que não se rende
que avança impetuosa e tenaz
que se perde e afoga na palavra
metade é guerra outra metade é paz
sou a que não entende,
o eco do que já não existe
a que procura dignidade na queda
no pulsar que em salvar-me persiste,

escolhi ser assim,

e o que sobra é por fim
a lágrima persistente
febrilmente estrangulada
e no fundo da memória,
uma chuva ressuscitada
que é felicidade livre
que o coração inunda.

natalia nuno
rosafogo












Sem comentários: