Seguidores

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

O Poeta e a Poesia...




O Poeta e a Poesia

No meio da solidão
o Poeta tem a noção
do muito que pode amar
do que tem e pode partilhar,
na solidão cria
uma cumplicidade com a Poesia
profunda.
Ilumina-se lhe o sorriso
na jornada,
na Poesia estão suas asas
êxtase da sua loucura
uma guerra entre a dor e o prazer
entre o existido e o caminho a
percorrer...
O vazio, a solidão,
eterna e fiel companheira
a Poesia é orvalho, é lua
é sonho , é ilusão,
alguém e ninguém
é rosa e espinho
é do Poeta o caminho.

O Poeta entra numa bebedeira
mesmo acompanhado está só,
e os sonhos em fileira
se cruzam em chama
enquanto o coração do Poeta
a Poesia ama.
A alma sofre trovões de vento
e o tormento
é a palavra
A vida então, ou é aurora
ou sol-pôr
no viver de cada hora
sempre maior o amor
até que seu sonho quebre
e se ouça apenas um breve rumor.

natalia nuno

rosafogo

Sem comentários: