Seguidores

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

cegueira...



cresce erva nos meus olhos
a lamparina bruxuleia
há no meu olhar uma nesga de poeira
como que uma teia
a parar no ar
serão os olhos mal lavados?
mas pouco importa!
esta vida é um vale de lágrimas
já nascemos marcados
e a cegueira bateu-me à porta
mal vejo os trevos do jardim
como posso encontrar o de quatro
folhas? Encontra tu por mim!
Ceguei, ceguei porque tanto me olhas
ao olhares-me me apaixono todo o dia
salta minha lembrança com alegria
e descubro coisas incríveis
que me fazem enternecer
mas nascem-me ervas nos olhos
que vão chorar para esquecer...
choram de dor e de cansaço
aqui mesmo atrás da porta
a memória eu espiçaço!
e o resto pouco me importa.

natalia nuno

4 comentários:

PÈTALA disse...

Olá Natália

Cego, é o que não quer ver
A não ser, os de nascença
E mesmo sem cão guia ter
Fazem sentir, sua presença!

Mas para quem a luz sempre viu, e a trás em seu coração, por mais erva que cresça nos olhos, jamais tirará a visão!

Poema muito sentido! Mas nós temos forças extras capazes de se sobreporem ao desânimo do momento. O futuro é hoje, e é hoje que é preciso remar contra a maré para chegar a bom porto. Esse porto estará sempre á tua espera, juntamente com os amigos, Natália!

Nunca tenhas receio que nenhum navio derrubará o teu veleiro! Porque terás sempre as correntes do vento, a teu favor!

Espero que tudo esteja a correr dentro da normalidade.

Beijos

Gracita disse...

Embevecida com tua belíssima escultura poética Natália
Teu poema é belíssimo minha querida, como todos que escreve.
Amo ler-te!!!!!
Beijos e carinhos pra ti

Natalia Canais Nuno disse...

Obrigada João, por enquanto estou bem agradeço tua preocupação, ainda não passou totalmente, mas dia 24 já vou meter-me noutra, tem que ser e o que tem que ser tem muita força, quando mais novos pensamos sempre que vamos ser diferentes, que nada nos vai acontecer porque nos sentimos bem, fortes, ágeis, mas chegando o corpo vai dando sinais...eu tento combater mas às vezes é difícil.Obrigada pela tua amizade.

Beijinho e bom fim de semana.

Natalia Canais Nuno disse...

Oi querida Gracita, contente fico também com tuas palavras carinhosas, também te admiro muito amiga e te agradeço de coração a visita.

Beijinho grande, com desejo de bom fim de semana.