Seguidores

domingo, 7 de junho de 2015

Rasgado gesto



Teu tacto fica surpreendido
com a leveza da minha mão
que te procura
apesar do gesto tão conhecido
que milhares de vezes vai rasgando com
doçura...
E nem uma palavra, nem um aviso
sentir é a única ideia
às cegas minha mão sem juízo
o teu corpo serpenteia...

Uma oscilação aqui e ali
um sussurro inquieto
como se fosse um gemido
perdido entre si
verte-se sobre nós súbita
loucura
são momentos de vida. únicos
de explosão e doçura
como o grito dum relâmpago
 a estourar
assim é a loucura
do nosso amar...

E é como se o tempo flutuasse
entre a noite e o dia
ou sobre o muro de mais um sonho
que se anuncia...

natalia nuno
rosafogo





2 comentários:

Gracita disse...

Lindo, sensual e impregnado de doce romantismo
Li e absorvi de um fôlego só querida amiga
Uma boa semana poderosamente abençoada
Beijos e um sorriso

Natalia Canais Nuno disse...

És uma querida amiga e eu agradeço teu carinho, também te desejo tudo bom, muito sol nesse teu coração.

Beijinho