Seguidores

quarta-feira, 13 de março de 2013

foi DEUS




































dorme docemente o luar
suave é a noite
na quietude e harmonia
meus sentidos atentos
ao madrugar do dia.

docemente canta agora a cotovia
toda a natureza em comunhão
e eu já acordada
rezando com força
minha oração.

Deus é meu juiz
fez-me mulher de honra
e brio
deu-me a saudade e a vontade
que ninguém quebrou
e o sonho que em mim se gerou.

natalia nuno
rosafogo

2 comentários:

PÈTALA disse...

Olá Natália

Meus olhos se sentem abertos
Ao ler teu espirito de oração
Os teus estão bem despertos
Ao deixar falar assim o coração!

Nunca te desligues daquilo em que acreditas ainda que outros como eu não sejam capazes de o fazer. E acredita que em muitas ocasiões e situações a vida é bem mais leve para quem cultiva o sentimento do acreditar. Tenho familiares que fazem trabalho na igreja e possuidores de fé sem limites. Um foi seminarista mas acabou em professor universitário. Posso dizer que (neste campo) sou o rebelde de toda a família. Mas todos reconhecem que mesmo sendo assim, o meu exemplo de vida não fica atrás de nenhum deles, e em alguns casos, bem pelo contrário.
Beijo
João

Natalia Nuno disse...

Olá João

Acabei de colocar um comentário em resposta ao teu, mas a net hoje está demais e resolveu não aceitar nada, por isso aqui venho de volta.
Dizia eu que tenho fé, nem sei porquê pois em criança não me incutiram religião alguma, também não sou frequentadora de igreja a não ser quando ando por lá e aí visito quantas possso, sinto-me bem nelas são lugar de oração, e oração eu faço directamente a Deus, confio muito pouco nos homens da igreja, embora os haja tão bons como noutro lugar, são humanos e também erram.
Tal como tu também tenho um sobrinho que foi seminarista depois prof primário e depois deputado 1º dos verdes e depois do ps, agora reformado.
Me apego muito a Deus nas minhas debilitações, e me sinto protegida, isso é um facto, mas às vezes também me surgem dúvidas como é normal.

Mais uma vez agradeço a tua presença, obrigada por tudo que me tens deixado escrito também no memórias, és um bom amigo.

Beijinho João, tudo bom fica na paz de Deus.