Seguidores

domingo, 26 de agosto de 2012

Cansaço



Caminho por aí
sem saber o que fazer a seguir
mergulho mais ali,
será loucura este existir?
Tudo à alma me sorri
e de tanto correr
falta-me o que ainda não vi,
sem nada vislumbrar
como hei-de saber
o tempo parar?
Abismo sem fim
e o tempo ausente
o vazio em mim
a escoar-me a mente,
morro à beira do cais
a sós com meus ais.

E esta fome intensa
de saber quem sou
e para onde vou,
traz-me saudade imensa
que caminha pé ante pé
e me diz quem fui
e me persegue até
findar o caminho
e o tempo que vem,

que hei-de ir mais além!

Nada me detém
impossível agarrar-me
sou vento suão
que vem do além
levo  no coração
quem não soube amar-me
mais um empurrão
que a vida me deu
caminho por aí
ausente...nem sei se sou eu!.

natalia nuno
rosafogo
imagem da net





Sem comentários: