Seguidores

sexta-feira, 29 de julho de 2011

ARROUBOS



Insinuam-se nuvens no céu
Nublado o coração se esconde
Triste sem o arroubo teu,
ternura que ficou nem sei por onde!
Na sombra serena
do meu rosto
Rugas se perpetuam
Dando sinais do meu desgosto.

Fica turvo o firmamento
Como seara que ondula ao vento,
acabou o azul esplendoroso
do meio-dia,
deixa meu coração choroso.
Ah...como eu queria!
Rumar de novo à origem
Deter por lá meus passos
Sinto agitar-se minha alma de alegria
Alguém me abre os braços,
meu corpo salta e confia.

Mas já as nuvens no céu se insinuam
Fecho os olhos e meu peito  abriga
Os sonhos que amuam
Talvez nem começados
E já acabados.

rosafogo
natalia nuno

imagem-blog decoupage

Sem comentários: