Seguidores

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

PÉGADAS



O passado deixou pégadas
Pégadas que minha alma atapetam
Pégadas bem desenhadas
Que meus sonhos acobertam.
Pégadas que vão refulgindo
Perpétuas na minha mente
O caminho perseguindo
Deste coração que as sente.

Pégadas que o tempo não apaga
Vagabundas na memória
Às vezes se tornam chaga
Duma história já sem história.

Pégadas reconfortantes
Nas noites que se avizinham,
São amantes!
Que me batem, me acarinham
Que dão sentido sem sentido
Fazem meu dia enegrecer
Como se me tivesse perdido
Ou são praga que me faz morrer.

Pégadas que no silêncio recordo
Gritos à sombra da minha vontade
Em que de raiva me mordo
Pégadas que são saudade.

rosafogo
natalia nuno
imagem retirada-blog imagens para decoupage

Sem comentários: