Seguidores

domingo, 15 de agosto de 2010

MAIS UMA VEZ



















MAIS UMA VEZ


Momentos felizes, não deviam acabar!
Seria bom o tempo poder parar.

Mais uma vez
Reúno minhas lembranças
As ultimas talvez?!
Mas meu presente é marcado de esperanças.

Lá no fundo, bem fundo
Esperanças ao final da tarde
Da memória faço meu mundo
Nele viajo com a saudade.
Deixo-me neste território estranho
Aqui minha alma se sente inspirada
Me percorre um frémito tamanho!?
Que da poesia me sinto enamorada.

E ela brota e não resiste!
E sempre que a tristeza me ronda
Ou a minha alma está triste!?
Não há nada que não me esconda
Para que a tristeza vá embora
E meu suspiro seja apenas na hora.

Assim prossigo o caminho
Hoje tudo é leveza
Como as penas dum passarinho
Em liberdade na natureza.

Não terá a esperança murchado
No coração do Poeta há harmonia
Que nem o tempo terá esmagado!?
Seu canto de saudade
É sentimento a cada dia.



rosafogo
natalia nuno

4 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Fico sempre encantada com a maravilha dos seus poemas, que me dizem muito.


Não terá a esperança murchado
No coração do Poeta há harmonia
Que nem o tempo terá esmagado!?
Seu canto de saudade
É sentimento a cada dia.

Adorei.

Beijinhos
Sonhadora

FlorAlpina disse...

Mais uma vez!
E sem custo passei por cá e gosto do que li.
Mais uma vez...e a custo tento retomar o ritmo dos dias frios...

Bjs dos Alpes

Natalia Nuno disse...

Minha querida Sonhadora, sempre presente, não tenho palavras para te agradecer.

Quando eu me cansar da Vida
Lembrarei, minhas amigas
E talvez não me sinta perdida
Ao fim de tantas fadigas.

beijinho carinhoso, bom fim de semana.

Natalia Nuno disse...

Florzinha dos Alpes obrigado por passares, sempre com a tua ternura e o encanto das tuas palavras.

beijinho carinhoso da amiga que te estima.
Bom final de semana.