Seguidores

domingo, 13 de janeiro de 2013

já a vida me não tem...



andam meus sonhos perdidos
na saudade que trago em mim
nestes versos já esquecidos...
feitos sonho a chegar ao fim.

saudade que em mim mora
saudade que é feita de mágoa
que me dói e em mim chora
irrompe em meus olhos a água

andam meus sonhos vadios
sonhos por mim inventados
andam meus sentidos vazios
e os gestos tão cansados...

um dia estarei de partida
já a vida me não tem...
ficam meus versos feitos vida
sonhos loucos de poeta,
que um dia foi alguém,
na noite se perdeu
numa atroz melancolia
e assim desapareceu
deixando a Poesia.


natalia nuno
rosafogo
imag.net

2 comentários:

manuel marques Arroz disse...

A Clarice tinha razão:Sonhar é bom, é como voar suspensa por balões.

Beijo.

Natalia Nuno disse...

Audazes se calhar são os que largam o sonho, eu porém não me atrevo, vou sonhar até ao fim...

Beijinho Manuel, grata pelo carinho.