Seguidores

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Sonho de Amor



Amámo-nos até o sol romper!
Invadidos por uma onda de amor,
tempo feliz, era tempo de querer,
como a abelha quer à flor...

Já madrugada...o mundo despertou!
Descansei encostada ao teu peito...
esqueci lágrimas e a saudade apertou,
enquanto me abraçavas tão ao teu jeito...

E foi como se chovesse doce no coração
não guardei tristeza, nem houve solidão...
acreditei no amor...era passada a aurora.

Sorriram então estrelas no firmamento
percorri teu corpo com o pensamento
e o amor foi botão de flor,como outrora.


natalia nuno
rosafogo
imag. da net

2 comentários:

manuel marques Arroz disse...

Lindo o teu sonho de amor...Amei.

Beijo meu.

Natalia Nuno disse...

Este soneto sim assim se pode chamar, tem anos, tentei modificá-lo um pouco, mas me arrependi e coloquei de novo tal como foi criado.
Arrependimanto de mãe...

Grata Manuel pela visita.
beijo carinhoso.