Seguidores

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

nunca é tarde de mais...





Agora sou folha de outono
prestes a ser levada p'lo vento
em dia aziago,
vai chegar o momento
flutuando sem rumo
na água dum lago,
como quem procura
água clara para beber
ou buscando a ternura
do teu olhar que me vem ver.

Agora sou folha de outono
levada pela correnteza
do rio do teu olhar
quando o vento não me cantar
vou amar-te de certeza
na orla do mar,
ou nas sombras dos pinhais
para quem tanto esperou
nunca é tarde de mais.

Agora sou folha de outono
quem pode saber para onde me
levou o vento?
para o recesso dos teus braços
para a loucura dos teus abraços
mostra-me que não há felicidade maior
que este amor!
dia a dia renovado,
que Deus nos tem ofertado.

Agora sou folha de outono
cega-me um forte clarão
nossos corpos submissos
escancarados
nosso olhar enfeitiçado
os corações amarrados
e um convite aliciante
fazer amor a todo o instante.

espero-te com a mesma ansiedade
das madrugadas deslumbrantes
e é sempre a mesma saudade
de nós jovens e amantes.

natalia nuno
rosafogo
imagem da net




Sem comentários: