Seguidores

sábado, 13 de outubro de 2012

a vida é bela!




os melros cantam
de forma exaltada
no peitoril da minha janela
e eu olho-os extasiada
logo à primeira hora do dia
a vida é bela!
a luz incendeia
até as palavras que escrevo,
luz efervescente,
como luz de candeia
inocente,
olho atentamente
o saltitar tão próprio da garotada,
a sua extraordinária alegria
o seu olhar de esperança
os gestos que são poesia
e minha alma sobe á copa da árvore
altiva,

sinto-me viva!

vou magicando
enquanto um gavião
se passeia p'lo céu,
lembrando,quando cheia de audácia
trazia a vida p'la mão.
Passaram mil anos de solidão
pergunto a mim mesma o que sucedeu
à pequena de cabelos despenteados
que olhava o céu de olhos pasmados.

agora marejados só de a lembrar...

no esplendor desta manhã
cantam os melros na minha janela
o dia pertence-me
meu coração está de sentinela
procurando a felicidade,
repousado e em tranquilidade.

o sol é agora côr de laranja
os melros empreendem o vôo
palpitantes se elevam no ar
desejosa de os seguir, vou
ao sonho implorar...

as horas passam com inaudita
velocidade
elevo-me da escuridão para
a claridade...

quero ser feliz!


natalia nuno
rosafogo



4 comentários:

manuel marques Arroz disse...

"Faz que cada hora da tua vida seja bela. O mínimo gesto é uma lembrança futura."

Lindo poema.

Beijo.

Natalia Nuno disse...

Olá Manuel, tento aproveitar na medida do possível, já que o tempo é escasso.
Obrigada meu amigo

Fica bem, um beijinho para ti também e obrigada p'la presença.

PÈTALA disse...

Olá Natália

Mais bela é a tua doce alma
Em belas notas de sinfonia
Como águas de maré calma
Tal belos cantares da cotovia.

É sempre um prazer ler-te. Pese embora não entre, nunca deixo de me deliciar com o que nos deixas. E é muito!
O amigo de hoje e de sempre.
Beijo
Pétala

Natalia Nuno disse...

Bom receber tua visita amigo Pétala, e teu comentário sempre elogioso e belo no seu dizer.
Fico muito grata e prometo uma visita.

Beijinho, fica bem.