Seguidores

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

RAIA SEMPRE UM NOVO DIA




NATAL...NATAL...NATAL...

(DO MEU LIVRO «PESA-ME A ALMA»)

Porque me sinto saudosa?
Eu, que nem tive um brinquedo
Mas a Vida foi generosa
Inventou-mos em segredo.
De dia movia meu passo
De noite dava-me um abraço
E assim, filha do povo
Tinha sempre brinquedo novo.

E tudo era tão pouco
Mas o tempo corria louco.
E o nada era meu tesouro
E a pobreza era meu ouro.
E quando a vida assim se namora
É a felicidade que em nós mora.

Não me lembro da Fome o nome
Nem quero que Deus por ingrata me tome.
não sei se lembro, ou ouvi dizer
Se foi verdade ou mentira!?
Não lembro nem quero saber
Talvez lembrar ainda me fira.

Por não ser rica, não morro de pena
Raia sempre um novo dia!
Vou subindo os degraus, serena
E agradeço à mão divina que me guia.

rosafogo
natalia nuno

2 comentários:

Runa disse...

Olá, amiga

Passei só para te desejar um ótimo natal e um novo ano cheio de felicidade

Grande abraço

Runa

rosafogo disse...

São estas as surpresas que nos fazem feliz, obrigada Runa, tudo bom para ti também meu amigo.

Beijinho
da n. nuno