Seguidores

terça-feira, 29 de março de 2011

TEMPO DE SAUDADE FEITO



Prendeu minha alma este dia
Cantarolei uma balada inocente
Quiz vencer esta minha nostalgia.
Deixei-me numa ilusão de calmaria.
Mas logo chorei o tempo presente.

Tempo de saudade feito
Onde adormeço no pasmo
Inconsolável meu peito
Sofrendo deste jeito
Rio dos dias de marasmo.

Ah...mas é tanta a ansiedade
Nestes dias insatisfeitos
Que canto canções de liberdade
Sangram meu peito  de saudade
E crio poemas imperfeitos.

Não suporto do tempo as algemas
Nem  ouvir o som do sino triste!
Deixo-me sem inspiração e os temas?
Os temas são meus dilemas!
E só em mim a tristeza existe.

Sinto-me p'lo mar afogada
Sem rumo certo, sem esperança
A vida barca naufragada
Nesta noite malfadada
Quando me chega a bonança?

Aconteça o que tiver de acontecer!
Viva eu este meu tempo já tão escasso
Que todo e qualquer tempo que vier?!
Seja eu sempre a mesma Mulher
Quero sentir-me jovem a cada passo.

natalia nuno
rosafogo

Sem comentários: