Seguidores

quarta-feira, 30 de março de 2011

PAR DE LÁGRIMAS NO ROSTO



Com meus dedos de pomba toco
Toco o horizonte, à noitinha
E com meu soluço rouco
Espalho a tristeza minha.
Nos olhos a ausência de esperança
A voz solta-se num canto amargo
Desamparada, sou uma nuvem branca
Perdida nessa imensidão, ao largo.

É a saudade que em mim cava
Ruína, profunda que me arrebata
Meu pensamento uma luta trava
E a vida que não ata nem desata.

Cabelos brancos, pedaços de prata
No rosto a cor dos dias de marfim
rosto que não sabe dia nem data
Nem me conhece a mim.
Sabe que foi sol...e agora?!
Brilha por detrás da chuva ,
Com o olhar cego, parado..
Consumindo-se hora a hora
Com rugas de amargor carregado.

Há-de vir um céu descoberto
Trazer-lhe uma esperança preciosa
E no pranto que anda por perto
Um par de lágrimas prontas a cair
Silenciosas!
Que bailam, livres,
porque não quer, nem sabe reprimir.

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog- imagem de rosas e flores

4 comentários:

manuel marques disse...

As lágrimas são o sangue da alma.

Beijo.

Natalia Nuno disse...

Lágrimas de saudade, saudade de dias felizes,

daquela idade em que tudo parece sonho.

Obrigado Manuel, pela visita.
Beijo, fiva bem.

Sentidamente disse...

Olá Natália!
Passo muitas vezes para ter o prazer de a ler. Hoje vou deixar um indício dessa passagem com uma mensagem de saudades. Como sabe passo por um período difícil. Ainda á espera. Ando muito desmotivada e nem me saem comentários. Por isso guardo silêncio. Mas sabe que aprecio o que escreve.
Beijinho

Natalia Nuno disse...

Oi Maria de Jesus

Desejo que esteja bem, e que resolva seu problema rapidamente, e que tudo corra p'lo melhor.Grata pelo carinho xda sua visita, hoje mesmo lhe mandei uma mensagem.
Beijinho grande