Seguidores

terça-feira, 26 de junho de 2018

de novo o amor...



haja mais uma madrugada, apenas uma
em que o amor seja tudo ou nada
q' tudo se esqueça, e o amor não arrefeça
só nós existimos nesta madrugada
só nós sentimos o calor da chama
que não queremos apagada...
aperta-me nos teus braços nus
com as tuas mãos acende o fogo
que o sonho aconteça, se faça luz
deixa-me ser flor a arder
fresca e odorosa
a abrir teu dia, teu corpo no meu
entre o grito de desejo a tocar o céu

traz-me ainda o sabor
que tanto me prende
o resto do fogo que em nós arde
este fogo que se acende
que é tudo ou nada esta madrugada
só mais esta, quero sentir-me mulher
e entre fantasias loucas, redobrar o prazer
na moldura da saudade ainda a chama
e o sabor do teu corpo por inteiro
o meu reclama
impaciente, nesta madrugada
onde me sinto adolescente, de alma
renovada.

natalisa nuno
rosafogo

2 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Uma madrugada que renova o corpo e a alma.
Maravilhoso poema
Beijinhos
Maria
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Natalia Nuno/Rosafogo disse...

Olá amiga, obrigada pelas tuas palavras,
desejo-te um óptimo fim de semana, muita saúde, muita alegria.

beijinho