Seguidores

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

porquê esta saudade...



sinto saudade sem saber de quê
talvez mitos da infância radiantes
mas, nas maçãs do rosto, é que se vê
sulcos, lembrando tristes semblantes

de velhas folhas caídas na terra fria
q' amarguram o rosto na obscuridade
são do tempo a ditadura e hipocrisia
sem saber porquê...  sinto saudade!

range o tempo neste inverno hostil
se soubesse ao menos donde vem,
esta saudade que me deixa febril...

sinto que a vida é uma encruzilhada
a ilusão a maior mentira que ela tem!
e esta saudade q'me aparece pela calada

natalia nuno
rosafogo

Sem comentários: