Seguidores

sábado, 18 de julho de 2015

promessas d'amor



a tarde empanturrou-se duma luz doce
luz que nos enche o peito de ternura
e aos ouvidos me embebedas
com juras e promessas d'amor
que me adoçam o coração...
o sol ainda brinca nas folhas do limoeiro
é rápida a paixão da tua procura
no fim do delírio, e da emoção
esquece-se o mundo inteiro
os corpos despojados de prazer
ficam num total abandono
até chegar o sono,..
fechar os olhos é como renascer

na avidez do tempo
cada vez mais depressa a vida
e a cruel verdade
de que já tudo é só saudade

o tempo nos vai apagando,
com um ar cansado
me abraças sobressaltado
já só estamos sonhando...

rompe a manhã que será diferente
recomeçaremos tudo novamente
com a firmeza de seguir
até que sonhos sempre regressem
e o amor não extinguir.

natália nuno
rosafogo

8 comentários:

Natalia Canais Nuno disse...

Mais um poema onde o amor e saudade se entrelaçam num conjunto harmonioso onde a mestria da poetisa Natália se torna bem evidente.

do meu amigo Pétala

Escrever poesia, ler poesia, declamar poesia, é um fator de enorme importância para quem a tem impregnada no coração e na alma!

Vamos a continuar nesta senda sem nunca esmorecer.

Espero que esteja tudo bem contigo, bem como todos que amas.

Beijos

11 de julho de 2015 às 03:01 Eliminar

peço desculpa João mas o outro poste estava muito desequilibrado tive que arranjar de novo mas coloquei aqui as tuas palavras.

Natalia Canais Nuno disse...

e agora aqui a minha resposta:

Olá querido amigo

Vim até à aldeia, cheguei receosa de apanhar muito calor mas não tem estado muito mau, vou jardinando um pouco, é bom sair, fazer outras coisas, estive muito presa por causa do pé e continuo desanimado porquanto levo o dia a coxear na esperança de que passe, conforme o médico me disse que era uma questão de tempo vou aguardando. O mês ue vem vou ser de novo operada desta vez para colocarem um cristalino na vista direita que quase de repente perdeu a visão diz o oftalmologista que vejo 10%, este ano anda a correr mal, mas felizmente são coisas que têm solução...bem e agora que já falei dos meus comtratempos, desejo que contigo esteja tudo bem e agradecer-te por me deixares palavras animadoras, estava necessitada delas, como bem dizes difícil mesmo é deixar de escrever, assim sendo embora menos amiúde sempre vou criando e colocando alguma coisa.

Muito grata e sempre muito feliz quando me visitas.

beijinho, fica feliz aproveita bem teu tempo que passa num ápice.

15 de julho de 2015 às 15:49 Eliminar

Edith Lobato disse...

Um belíssimo poema. Adorei ler. Parabéns e bom fim de semana querida.

Gracita disse...

Querida Natália
Ler os teus versos é embriagar-se na magia desta doce promessa de amor que torna mais forte a cada amanhecer
Belíssimo amiga
Beijos e um lindo domingo coroado de muito amor

PÈTALA disse...

Olá Natália

Apesar de todas as contrariedades da vida é muito bom vivê-la. A cada percalço é preciso fazer-lhe frente sempre sem desânimos. O pé será uma questão de tempo. A vista também vai ficar boa. A força do crer, do acreditar, é sempre a nossa melhor aliada.

Nunca te descuides da escrita, (leia-se poesia) pois essa será sempre uma das tuas melhores amigas, para não dizer, a maior! Pois ela é, e será sempre vital em tua vida!

Comigo vai tudo bem. Não há mal que me chegue. Preciso é de tempo! Mas vai-se gerindo da melhor maneira possível.

Tudo de bom. E acreditar, sempre!

Beijos

Natalia Canais Nuno disse...

Olá querida Edith

Devido a alguns problemas de saúde não tenho andado tanto por aqui, os meus olhos não estão muito bem, mas foi um prazer enorme encontrar-te amiga, um beijonho e a minha gratidão pela visita, tudo bom, fica bem.

Natalia Canais Nuno disse...

Oi amiga Gracita, obrigada por vires até aqui ao meu blog trazer-me esse teu sorriso, bem hajas, é sempre muito bom receber teu a+preço.

Beijinho, fica bem amiga.

Natalia Canais Nuno disse...

Olá João

Fico contente por saber que estás bem, eu vou andando, na expectativa de melhorar, mas não está fácil, entretanto já pessoas amigas me disseram que a vista correndo bem não levará muito tempo a recuperar, vai-me ser posta uma lente de ver ao longe e ao pá para evitar óculos e passados seis meses terei que fazer à outra vista para não ficar desfazada desta. Vamos ver!

Beijinho grata pela tua força, desejo que continues assim feliz.