Seguidores

sexta-feira, 22 de junho de 2012

POETA PETALA
















Olá Natália.

Palavras talhadas a fogo
Em campos beijando flores
Trazendo á mistura o denodo
Dos belos cantos de amores.

Nesta contida liberdade
Cantada com a voz serena
São Espartilhos de saudade
De tempos que deixam pena

Planta que tem boas raízes
E foi sempre bem regada
Pode apresentar cicatrizes
Mas mostra que é amada!

Beijo
1 de Junho de 2012 12:56

Mais uma poesia que me é dedicada, pelo amigo
PETALA, a quem agradeço de coração.

Sem comentários: