Seguidores

sábado, 19 de julho de 2014

pensamento...



Assim como o barro é necessário à vida do oleiro, assim a inspiração é necessária à vida do Poeta, o primeiro artífice nem sempre confia na solidez do seu trabalho, o segundo parece duvidar sempre do valor das suas palavras

natalia nuno

2 comentários:

Lídia Borges disse...


Poesia é, antes de tudo o resto, Verdade. Saiba o poeta transpô-la para o papel e será sempre grande o poema.

Um beijo

Natalia Nuno disse...

Sem dúvida, por isso digo que há poesia e poesia, numa há palavras vãs sem sentido e noutra há palavras que descrevem o que vai na alma de quem escreve.

Beijo Lídia grata pelo coment.