Seguidores

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

sentimento estranho...


já não sei que esperar
do abuso do tempo,
dum sonho que invento
dum sentimento,
que desconheço.
às vezes rio a bandeiras
despregadas,
e me esqueço
das horas que me queimam,
e deixam palavras afiadas
de raiva , que espalho sem rumo
sem ancoradouro certo
com rasgos de sentimento
em desaprumo.

volto a alinhar os sonhos
e é como nascer de novo,
de novo a memória é dourada
os sinais de velhice fugazes,
ondula a vida com tranquilidade
faço com ela as pazes
e recupero da saudade.

volto a ser borboleta a esvoaçar
esqueço a presença do tempo
e os traços que em mim deixou
e sem saber que esperar
confio no que o destino traçou.

rosafogo
natalia nuno
imagem da net

2 comentários:

manuel marques Arroz disse...

"Aquilo que sentires encontrará por si mesmo o seu caminho."

Beijo meu.

Natalia Nuno disse...

Olá Manuel

Grata pela leitura, sempre muito gosto em receber teu apreço.

Beijinho para ti também.
boa semana