Seguidores

domingo, 2 de setembro de 2012

subindo degraus...



cantam os pássaros nas águas critalinas
e o vento traz-me recordações
que chamam do pensamento a atenção
estórias pequeninas
o céu de emoções
o que me diz o coração

sempre o medo me aprisiona
mas vou subindo os degraus
levando o peito reconfortado,
a fé não me abandona,
uns dias bons outros maus
trago o sonho a Deus confiado


sinto o perfume duma fresca maresia
levo  direcção ignorada
já avisto o porto a alcançar
o coração em perfeita sintonia
a solidão atravessada,
da vida, o preço a pagar

olho e vejo uma flor
enquanto morre
perdendo o fulgor
negando-se a continuar,
é o tempo de repousar.

natalia nuno
rosafogo
imagem da net

Meus amigos leitores, vou de férias voltarei em breve, agradeço a todos a presença, bem hajam.

Sem comentários: