Seguidores

terça-feira, 22 de maio de 2012

FADO QUE LEVO COMIGO




Os anos levaram o viço
Tempo trago na lembrança
Vai-se a vida sem dar por isso
Ainda ontem era criança.
Regressar ao passado é tentação
É magma que me aquece
Mas não há bela sem senão
Vai-se a memória, já esquece.

Vou perdendo força não coragem
Sou como o vento em seu bailado
Meus versos são minha imagem
Alimentar o tempo é meu fado
Ponho neles tanta loucura
Aplausos lhe são devidos
Faço-os com humildade e ternura
Os acaricio, me são queridos.

A vida é leve é um ai...
Mas muitos pensam que não!
Mal chegou e já se vai
Pra quê rancor no coração.
Meu escrever é simplicidade
Como o som que sai da guitarra
Que até nós traz a saudade
Que á nossa alma se agarra.

rosafogo
natalia nuno.

Sem comentários: