Seguidores

domingo, 14 de abril de 2013

coração dividido



nada há em mim de diferente
sou tudo... e o que de mim ficou
mas às vezes fico ausente
num disfarce
de que o tempo não passou.
os meus olhos não me vêem
mas não desmoreço
faço-me à vida
se ela me foi dada
Deus acha que a mereço.

e lá vou levando meu passo
em mais uma tarde que cai
vou escrevendo sobre o que sei
e de tudo falarei,
já que a vida assim abraço
ninguém me ouvirá um ai.

trago o coração dividido,
mas só hoje me lembrei
que depois de ter-te conhecido
metade dele te dei...

ouve bem o que te digo
assim p'la vida prossigo,
olhos nos olhos, mão na mão
trago o coração dividido
e uma lágrima furtiva
acordada na solidão.

o sonho que em mim respira?
é pra mim libertação!

natalia nuno
rosafogo
imag. net


Como comentário do meu amigo João recebi
estas duas quadras excelentes que me deixaram com um brilhozinho
no olhar...obrigada estimado amigo.

«Olá Natália

Teus versos são um encanto
Mesmo de saudade pelo meio
De todos eles, eu gosto tanto
E meu coração, não fica cheio!

Nada em ti ficará esquecido
Da forma ou maneira que for
Tudo em ti é muito querido
Num coração que jorra amor!

João»





6 comentários:

manuel marques Arroz disse...

"Se o coração tem razões que a razão desconhece, isso deve-se ao facto da razão ser menos sensata do que o coração."

Poema lindo.

Beijo.

PÈTALA disse...

Olá Natália

Teus versos são um encanto
Mesmo de saudade pelo meio
De todos eles, eu gosto tanto
E meu coração, não fica cheio!

Nada em ti ficará esquecido
Da forma ou maneira que for
Tudo em ti é muito querido
Num coração que jorra amor!

Como é bom deixar respirar o sonho! Será sempre ele que nos manterá vivos, qualquer que seja a idade! Quem não sonha, deixou de viver!
Beijo
João
PS: Tudo foi escrito em cima da duna de areia mais alta do deserto. Só lá é que tive, nete!


Natalia Nuno disse...

Olá Manuel, também estou de acordo a vida é tão curta que deve ouvir-se o coração em 1º lugar e esquecer um pouco a razão.

Beijinho, boa semana.

Natalia Nuno disse...

Olá João

Deixas-me sem palavras, amei tuas quadras e vou expô-las no poema,é bom sonhar sim amigo, já que a juventude é um mito e passa vertiginosamente, que ao menos possamos sonhar.

Beijo, desejo-te tudo de bom.

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

Me hace mucha ilusión seguirte NATALIA pues en mi blog de poesia HORAS ROTAS escribo el ORBAYU AL DIA , es a modo de lluvia menuda y aquí en tu blog rezuma con gran luminasidad.
...traigo
ecos
de
la
tarde
callada
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION


CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE DJANGO, MASTER AND COMMANDER, LEYENDAS DE PASIÓN, BAILANDO CON LOBOS, THE ARTIST, TITANIC…

José
Ramón...


Natalia Nuno disse...

Muito grata José pelo teu apreço e belo comentário que me deixaste, com belas palavras todas elas duma grande sensibilidade, irei sim visitar teu «Horas Rotas» com muito prazer.

Um beijo da
amiga
natalia, boa semana.