Seguidores

quinta-feira, 18 de abril de 2013

moreno dos olhos negros (fantasia)



moreno dos olhos negros
negros de noite sem luar
trazes contigo segredos
que eu queria desvendar

com teu aroma de cravo
teu sorriso de felicidade
não és rei...e nem escravo
és da estrelas claridade...

teus olhos são sonhos meus
teu corpo rio onde navego
meus lábios presos nos teus
com amor a ti me entrego

meu peito quase não bate
afasto-me desta ansiedade
temo que tanto amor me mate
ou que morra desta saudade

no mundo tudo se move
assim o coração não pára
só o teu é que não ouve
batida, ferida que não sara

sofro a tristeza opressiva
mas que fatal sentimento
teus olhos negros são missiva
não me saiem do pensamento

quem dera pra mim olhasses
com esses teus olhos negros
melhor fora que me amasses
pra desvendar teus sagredos

natalia nuno
rosafogo
img-net

esta poesia é pura fantasia e foi criada próximo  ao ano 2000.


2 comentários:

Giovania Rocha disse...

Beijo Natalia amada! Saudades...

PÈTALA disse...

Olá Natália

Com fantasias me deito
E com elas me levanto
Andam comigo no peito
E faço delas, meu canto.

A fantasia no melhor sentido da palavra é, pode ser, uma mais-valia em variados momentos da vida. Não tenhamos medo de a usar sempre que necessário! Nada na vida nos deve estar vedado a menos que isso possa colidir com o nosso equilíbrio. Fora isso, podemos dar expansão a tudo que acharmos que nos possa dar prazer e bem-estar. Não colidindo como é óbvio com a liberdade de outrem.
Mas se queres saber, gostei imenso desta tua fantasia. Deves ter muito orgulho em o teres escrito e publicado. Apesar de o carimbares como fantasia, é um poema de se lhe tirar o chapéu. Os homens de olhos negros que se cuidem!!! Lol.
Beijo
João